O futuro dos fretes aéreos começa pelos Drones

Dentre os modelos inovadores que estão crescendo exponencialmente está a utilização de drones, principalmente para o transporte de cargas.

A empresa Natilus é um bom exemplo disso. Ela está trabalhando num modelo de drone que promete inovar no mercado de frete de produtos por via área, tornando as entregas mais rápidas, práticas e baratas para o emissário e receptor do pedido e, dessa forma, ampliando a utilização dos drones.

A startup está preparando enormes drones com aproximadamente o tamanho de um Boeing 777. A ideia é que o aparato seja capaz de atravessar oceanos com até 200.000 lbs de carga. O valor equivale a 90 toneladas. Teoricamente os super-drones reduziram o custo do frete aéreo pela metade, eliminando a tripulação e melhorando a eficiência do combustível em relação aos aviões de carga tradicionais.

Caso a entrega por drones profissionais se popularize, isto pode impactar também nas entregas por meio de navios, que normalmente são demoradas.

Outro bom exemplo é o Facebook, que está à frente da Building 8, divisão que planeja câmeras, drones e até rastrear cérebros.

Dentre desse cenário o principal obstáculo é o financiamento. A Natilus é atualmente uma pequena empresa com três funcionários regulares e menos de US$ 1 milhão investidos. Ou seja, é necessário ainda mais investidores que apoiem a ideia. Ainda não há previsão para quando os primeiros drones de entrega comecem a operar.

Os drones estão começando a se popularizar ao redor no mundo. No Canadá, uma empresa utiliza os aparelhos voadores para realizar entregas em cidades mais afastadas e de difícil acesso. Os ricaços de Dubai poderão, a partir dos próximos meses, optar por viagens aéreas em drones que lembram um helicóptero.

Até mesmo o Facebook, através da divisão Building 8, também está investindo em drones. Ex-funcionária do Google, Regina Dugan é quem supervisiona as pesquisas que, além de drones, envolvem neurociência, câmeras especiais e tecnologia de realidade aumentada.

Vamos aguardar os próximos passos do que vem por aí…

 

Originalmente publicado em: http://www.tudocelular.com